Sistema de Informações Geográficas para Gestão de Recursos Hídricos

O Sistema Estadual de Informações de Recursos Hídricos gerencia a coleta, o tratamento, o armazenamento, a recuperação e a disseminação de informações sobre recursos hídricos e fatores intervenientes em sua gestão.

No Estado do Paraná o Sistema Estadual de Informações, desenvolvido pela SUDERHSA, é denominado Sistema de Informações Geográficas para Gestão de Recursos Hídricos e foi implantado em 2002.

Este sistema é um sistema de informações geográficas (SIG), ou seja, representa as informações espacialmente, através de mapas, associando-as a um lugar geográfico.

Os sistemas de informações anteriormente existentes na SUDERHSA, após a implantação do SIG para gestão de recursos hídricos, passaram a funcionar de maneira integrada, utilizando o mesmo banco de dados. Os sistemas são: 

  • CRH - Cadastro de usuários/Outorgas: cadastro das captações de água bruta superficial e subterrânea e dos lançamentos de efluentes nos corpos de água. Este cadastro define o universo dos usuários de recursos hídricos, e subsidiará a cobrança pelo uso da água. Gerencia o processo de solicitação de outorga e armazena informações dos usuários de recursos hídricos.

  • Informações Hidrológicas: cadastro das estações de monitoramento de pluviometria, fluviometria, qualidade da água e sedimentometria, contendo séries históricas de medições. Armazena, manipula e gerencia dados hidrológicos de cerca de 1.800 estações, como cotas, precipitações, sedimentos, seções transversais, medições de descarga, curvas-chave, análises laboratoriais, índice de qualidade da água e histórico dos postos hidrométricos.

  •  ICMS Ecológico: gerencia o processo de cálculos dos índices de qualidade da água e verba a ser repassada aos municípios.


No desenvolvimento deste sistema foi realizado, também, um vôo aerofotogramétrico colorido na escala 1:30.000 (junho de 2000), restituição aerofotogramétrica das áreas rurais na escala 1:10.000 e mapeamentos temáticos na escala 1:20.000 para a bacia do Alto Iguaçu, a qual abrange Curitiba e municípios limítrofes, como estudo de caso. Para compor a restituição aerofotogramétrica na escala 1:10.000, foram utilizados dados de restituições existentes de outros órgãos como PARANACIDADE e IPPUC, para as áreas urbanas.

 

Mapeamento do Alto Iguaçu

Para o restante do Estado foram escaneadas as cartas do IBGE e exército na escala 1:50.000 para serem utilizadas como referência.

 

O sistema possui ferramentas para a publicação de mapas e relatórios, análises, cruzamentos entre temas, delimitação automática de bacias hidrográficas, dentre outras.

Tela do Sistema 1

Tela do Sistema 2

Recomendar esta página via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem