Notícias

20/04/2017

Presidente do AGUASPARANÁ conversa com prefeitos para viabilizar programas

A demanda por tubos de concreto continua intensa no Instituto das Águas do Paraná. Essa tem sido a maior solicitação feita por prefeitos que procuram o órgão estadual para tentar minimizar os danos provocados pelas fortes chuvas que ocorreram entre o ano passado e início deste ano em vários municípios paranaenses. Grande parte dos pedidos estão relacionados a problemas de erosão urbana cujas vias necessitam de reparos e implantação de galerias de águas pluviais.

Para amenizar o problema o AGUASPARANÁ vem procurando atender os municípios, disponibilizando o material produzido unidades que fabricam tubos para essa finalidade. De acordo com o presidente do instituto, Iram de Rezende, "apesar da grande demanda, entendemos a necessidade pela qual estão passando nossas cidades e por isso estamos trabalhando firme para viabilizar essas reivindicações".

Outro programa que também tem despertado interesse de grande parte das prefeituras é programa Água no Campo que prevê a perfuração de poços artesianos em comunidades rurais. "Sabemos da importância da água para essas famílias. Por isso,  garantir o acesso a esse bem mais precioso para a vida humana é uma das missões do AGUAS PARANÁ", frisou o presidente do instituto.

Além do presidente do AGUASPARANÁ, participaram das reuniões o diretor de Gestão de Projetos e Fiscalização do instituto, Emerson Leska, e os prefeitos de Luiziana, Mauro Alberto Slongo; Farol, Angela Kraus; Xambrê, Waldemar dos Santos Ribeiro Filho; Mercedes, Cleci Loffi; Alto Paraná, Altamiro Santana; Alto Piquiri, Luis Carlos Borges Cardoso; Diamante do Oeste, Guilherme Pivatto Junior; Iporã, Roberto da Silva; e Jussara, Moacir Luiz Valentini. O deputado estadual Márcio Nunes também acompanhou alguns prefeitos da sua região.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.