Notícias

09/08/2017

AGUASPARANÁ está vencendo desafios para atender demandas municipais

Levar água potável e de boa qualidade às comunidades rurais, desenvolver uma política sócio ambiental através do Sistema Integrado de Coleta Seletiva e contribuir para o saneamento e combate a erosão urbana por meio da destinação de tubos de concreto para implantação de galerias de águas pluviais nos municípios paranaenses tem sido os grandes desafios do Instituto das Águas do Paraná para vencer a demanda das prefeituras.

Só nesta semana, prefeitos vindo de várias regiões do Estado estiveram reunidos com o presidente do instituto, Iram de Rezende, com os diretores de Resíduos Sólidos, Paulo Breda, e de Gestão de Projetos e Fiscalização, Emerson Leska, em busca de parcerias para atender a população de suas cidades, para complementar documentação de convênios, ou apenas  verificar o andamento de seus processos.

Rezende disse que o Governador Beto Richa não tem medido esforços para viabilizar as demandas municipais através do AGUASPARANÁ. "No mês passado (o governo) liberou R$ 15 milhões para que o instituto possa implementar e implantar o programa do Sistema Integrado de Coleta Seletiva nas cidades de pequeno e médio porte. Os recursos serão repassados às prefeituras para a compra de um caminhão específico para essa coleta", explicou

O presidente do órgão salientou também que está previsto para breve, a assinatura de convênios que vão atender as necessidades municipais na questão da implantação de galerias de águas pluviais para fins de saneamento e combate a erosão urbana que está afetando muitas cidades que sofrem com enchentes e colocam em risco a vida de muitas famílias.

Já o programa Água no Campo, que executa obras de perfuração de poços artesianos para comunidades rurais, está atuando com seis equipes, sendo três do AGUASPARANÁ e outras três que foram contratadas para atender a grande demanda. "Essas equipes estão divididas em várias regiões do Estado para agilizar o atendimento das famílias do campo com água potável e de boa qualidade", destacou Rezende, acrescentando que "muitas dessas comunidades sequer possuem água encanada".

Participaram das reuniões, além do presidente e diretores do Instituto das Águas do Paraná, os prefeitos de; NOVA PRATA DO IGUAÇU, Adroaldo Hoffelder; de SÃO PEDRO DO IVAÍ, Jose Donizete Isalberti; TEIXEIRA SOARES, Lucinei Carlos Thomaz (Lula); de ALTONIA, Claudenir Gervasone, de QUARTO CENTENÁRIO, Reinaldo Krachinski; vice prefeito de SERTANEJA, Samuel Carlos do Prado, acompanhado do Tesoureiro do Município, Claudinei Berbel Marques.

O deputado José Carlos Schiavinato acompanhou o prefeito de DOURADINA, João Jorge Sossai e o vereador Cido Balbino. De MIRADOR, veio o prefeito Reinaldo Pinheiro Silva;  prefeito de CAMBARÁ, José Salim Haggi Neto; de ALTO PIQUIRI, José Carlos Borges Cardoso; de CORONEL DOMINGOS SOARES, Maria Antonieta de Araujo Almeida, acompanhada do assessor da Casa Civil, José Osmar Taques, e assessor de gabinete da prefeitura, Mauro Correia; de PRADO FERREIRA, Silvio Antonio Damaceno, acompanhado do chefe de gabinete, Wagner Vilas Boas, e do diretor do SAMAE, Sergio Barbosa.

Também estiveram no AGUASPARANÁ, o prefeito de NOVO ITACOLOMI, Moacir Andreolla, acompanhado da coordenadora da Divisão de Meio Ambiente do município, Angelica Favorito; a prefeita de QUERÊNCIA DO NORTE, Rozinei Aparecida Raggiotto Oliveira (Dra.Rose); e o prefeito de XAMBRÊ, Waldemar dos Santos Filho.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.