Notícias

07/11/2017

Estações do AGUASPARANÁ monitoram vazão de rios e dados permitem alerta de enchentes

Responsável pelo monitoramento e planejamento de ações de proteção, conservação, recuperação e gestão de recursos hídricos, o Departamento de Hidrometria do Instituto das Águas do Paraná desenvolve importante trabalho para garantir a situação qualitativa e quantitativa dos rios,  realizadas por meio da verificação constante da vazão e nível das águas e dos índices pluviométricos no Estado do Paraná.

As informações geradas a partir do monitoramento hidrológico, fornecem subsídios para determinar a disponibilidade hídrica, bem como viabilizar outorgas, dimensionamento da potência de hidrelétricas e propiciar estudos de dimensionamento de obras de engenharia e de saneamento.

Além disso, a rede telemétrica do AGUASPARANÁ com monitoramento de chuva e nível dos rios gera dados “on line” que são disponibilizados ao Sistema de Alerta da Defesa Civil, AGUASPARANÁ e ITCG através de um site na web disponibilizado pelo SIMEPAR, que realiza a recepção dos dados e faz a qualificação.

"Conforme o nível de alerta a Defesa Civil emite aviso de enchente às coordenadorias municipais de defesa civil e às comunidades a serem afetadas. São informações fundamentais para permitir uma atuação com maior agilidade e rapidez em casos de emergência", explica o engenheiro Paulo Cavichiolo Franco, chefe do departamento.

De acordo com ele, só para monitorar a rede pluviométrica e fluviométrica convencional, existem cerca de 480 estações ativas, sendo 380 pluviométricas e 162 fluviométricas, onde as equipes de campo fazem as manutenções preventivas e corretivas, além de oferecerem orientação aos observadores que realizam a leitura dos níveis dos rios e das chuvas. O trabalho é feito diariamente às 07:00 e 17:00 horas.

O AGUASPARANÁ também tem um acordo de cooperação técnica com a Agência Nacional de Águas (ANA), onde são monitoradas 141 estações de qualidade da água e vazão. Este acordo viabiliza a operação da rede com menor custo, pois a ANA fornece ao AGUASPARANÁ toda a estrutura (veículos, barcos, motor de popa, medidores de vazão acústico, molinetes hidrométricos e sondas multiparamétricas) ficando por conta do Estado custos com gastos de pessoal e de manutenção dos equipamentos.

"É um sistema integrado de dados e informações, atualizados constantemente e diariamente, como no caso das medições pluviométricas convencionais que são realizadas por pessoas que vivem no entorno das estações, contratadas para realizar as leituras diárias. Dessa forma, temos o controle da chuva ocorrida na bacia hidrográfica e das vazões dos rios, permitindo que o AGUASPARANÁ possa programar as ações dos recursos hídricos em todo o estado", disse Cavichiolo.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.