Notícias

03/10/2019

Encontro discute metas e avanços na gestão de resíduos sólidos

Participaram da Reunião Ordinária do Grupo R-20 cerca de 200 pessoas, entre prefeitos, representantes do Ministério Público, de associações e cooperativas de catadores e lideranças comunitárias.

 

A Divisão de Resíduos Sólidos da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo promoveu encontro nessa quarta-feira (02), em Curitiba, um encontro para discutir os principais avanços, projetos e dificuldades na área de resíduos sólidos no Paraná. O tema foi abordado na Reunião Ordinária do Grupo R-20, um órgão consultivo formado por representantes dos 399 municípios paranaenses para a implementação da Política Nacional de Resíduos Sólidos e leis estaduais de resíduos sólidos.

O encontro reuniu cerca de 200 pessoas, entre prefeitos e representantes de municípios, do Ministério Público, de associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis e lideranças comunitárias.

Um dos principais avanços nessa área é o atendimento da logística reversa de pneus. “Somos o único Estado do Brasil que terá 100% dos municípios atendidos no recolhimento de pneus inservíveis”, enfatiza o secretário da pasta, Márcio Nunes. “Estamos trazendo o Ministério Público e as pessoas para andar lado a lado com a gente, para mostrar nossa preocupação em resolver a questão dos resíduos no Estado”, completa.

Segundo o presidente do Grupo R-20 e coordenador da Divisão de Resíduos Sólidos, Laerty Dudas, o apoio dos municípios é essencial e a política funciona de baixo pra cima. “O Estado é virtual, os resíduos são gerados nos municípios e nós precisamos estar sempre em conversa constante com os eles”, diz. “Nós geramos 11 mil toneladas de resíduos por dia e os municípios estão cansados de pagar a conta sozinhos”.

REUNIÃO ORDINÁRIA – Os encontros ocorrem a cada dois meses para apresentar o que está sendo feito na área de resíduos sólidos, ouvir os representantes dos municípios sobre suas demandas e acolher pessoas que trabalham diretamente com os resíduos. Segundo a secretaria estadual, é um momento oportuno para discutir um tema que gera muita polêmica, mas que já vem mostrando avanços.

“O grupo R-20 só é forte quando todos nós trabalhamos juntos. Ver que este evento teve uma presença maciça dos municípios mostra o quanto o Paraná está engajado em fazer uma logística reversa de qualidade”, explica o segundo-secretário-executivo do Grupo R-20, Marcos Chaves.

No evento foi apresentado ainda um case de sucesso da Itaipu Binacional sobre a produção de biomassa, que pode servir de exemplo para aplicação nos municípios.

A destinação correta de embalagens de medicamentos veterinários foi outro ponto discutido na reunião. A iniciativa mais recente da Coamo – Cooperativa Agroindustrial, é disponibilizar aos proprietários rurais cooperados pontos de coleta para que eles possam fazer o retorno das embalagens de produtos veterinários. Estão previstos cinco postos de coleta localizados nas farmácias veterinárias das unidades da Coamo em Campo Mourão, Toledo, Guarapuava, Ivaiporã e Mangueirinha.

Uma demonstração positiva dessa parceria governo/municípios foi a atitude da cidade de Ribeirão Claro, no Norte Pioneiro, que notificou a empresa Pepsico, no Reino Unido, sobre o recolhimento de embalagens de salgadinhos, um problema encontrado nos 399 municípios. A explanação foi feita pela engenheira florestal Daiane Palmoneri, da prefeitura.

PRESENÇAS – Participaram da reunião, do futuro Instituto Água e Terra, o diretor de Saneamento e Recursos Hídricos, José Luiz Scroccaro, e o diretor-presidente, Everton Luiz da Costa Souza; o promotor de Justiça do Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Justiça de Proteção ao Meio Ambiente e de Habitação e Urbanismo, Leandro Garcia Algarte Assunção; e o representante das Cooperativas e Associações de Catadores de Materiais Recicláveis, Leo Marcio da Silva.

MUNICÍPIOS-POLO – Nesta terça-feira (01/10) foi realizada no auditório da secretaria, em Curitiba, a reunião dos municípios-polo. O Grupo de Trabalho referente a essas cidades, formado por 20 regiões, visa o planejamento e a execução das ações propostas no Plano Estadual de Resíduos Sólidos 2018 e Política Nacional de Resíduos Sólidos nº 12.305/2010.

Os municípios designados como membros do grupo, são Umuarama, Paranavaí, Maringá, Apucarana, Londrina, Cornélio Procópio, Jacarezinho, Toledo, Cascavel, Campo Mourão, Pitanga, Telêmaco Borba, Ponta Grossa, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Pato Branco, Guarapuava, Irati, Curitiba e Paranaguá.

“Esses municípios foram escolhidos por representarem quase 50% da população paranaense e por serem responsáveis por 80% dos resíduos gerados no Estado”, explica Dudas.

No encontro foram apresentadas ainda as ações propostas pelas indústrias de pneus, baterias chumbo/ácido e embalagens cartonadas longa vida, além de notificações realizadas. Também foi assinada a Resolução Sedest nº 072/2019, que formaliza o Grupo de Trabalho.

 

Saiba mais sobre o trabalho da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo em:
https://www.facebook.com/desenvolvimentosustentaveleturismo/

Recomendar esta notícia via e-mail:
Captcha Image Carregar outra imagem